Ir para o conteúdo

Prefeitura de Tupi Paulista - SP
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
AGO
13
13 AGO 2021
ASSISTÊNCIA SOCIAL
CRAS de Tupi Paulista realiza palestra sobre Violência Contra a Mulher
enviar para um amigo
receba notícias
No dia 12 de agosto de 2021 o CRAS – Centro de Referência de Assistência Social realizou uma palestra sobre “Agosto Lilás” mês de conscientização pelo fim da violência contra mulher.

A campanha visa chamar atenção para Lei Maria da Penha e dá destaque ás ações do sistema de segurança pública direcionadas ao combate da violência doméstica e familiar.

O evento contou com a participação do Prefeito Municipal Alexandre Tassoni Antonio, das Enfermeiras, Agentes Comunitários, equipe do CRAS e Secretaria Social.

A Assistente Social do CRAS Stéfanie Milena Ramos de Oliveira foi a palestrante, que abordou a LEI MARIA DA PENHA e sua importância destacando os tipos de violência doméstica:

-1. Violência Física: Bater, empurrar, morder, puxar o cabelo, estrangular, chutar, queimar, cortar, torcer ou apertar o braço são exemplos. 
A violência física deixa marcas e hematomas visíveis na maior parte dos casos. 

2. Violência Sexual: É a prática do sexo sem o consentimento. É forçar o ato sexual quando a mulher não quer, quando está doente ou dormindo; é forçar atos que causem desconforto.
 Impedir a mulher de decidir se quer ou não ter filhos, e quando é o melhor momento, também caracteriza a violência sexual. 

3. Violência psicológica: É aquela em que a vítima é humilhada, xingada, criticada continuamente ou desvalorizada. 
São atos como tentar tirar a liberdade de ações ou crença, em que se tenta fazer parecer que a mulher é louca ou que a impeça de trabalhar, estudar, visitar a família, etc. É a violência emocional que a mulher sofre. 
Desrespeitar o trabalho, criticar a mulher enquanto mãe, criticas seu corpo, não deixar se maquiar, cortar o cabelo ou usar uma roupa, também se caracteriza violência psicológica.

4. Violência Patrimonial: É cometida quando o/a agressor/a controla, retém ou retira o dinheiro da mulher; causar danos aos seus bens e objetos (rasgar roupas e fotos), reter documentos pessoais e instrumentos de trabalho, receber aposentadoria e não repassar o dinheiro, esconder o cartão do banco, etc. 

5. Violência Moral: Acontece quando a mulher é vítima de comentários ofensivos feitos a pessoas estranhas, quando a mulher é humilhada publicamente, quando lhe são imputados fatos inverídicos, ou quando sua vida íntima é exposta ao público, inclusive nas redes sociais (facebook, instagran, chats, etc). 
Ex: calúnia, injúria e difamação. 

Se você conhece alguém que sofre algum desses abusos, denuncie, a denuncia é anônima.

Como Denunciar
Em casos de urgência e emergência, ligue para a polícia: 
190 
Para denunciar a violência e receber informações sobre serviços, ligue: 
180

Assessoria de Comunicação
Prefeitura de Tupi Paulista
Seta
Versão do Sistema: 3.2.3 - 06/06/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia